25 de abr de 2012

O Jornal

   O aroma convidativo de café e quitutes diversos é sentido por todos que passam pela frente do local. A cafeteria abrira a pouco tempo, trazendo novidades bem-vindas àquela região. No início, poucos aventureiros e curiosos, e claro, os viciados por café. Pelo lado de fora muitos passam, quase correndo, apenas espiando tudo pelas janelas.
   Aos poucos vão surgindo, um à um, os cativos consumidores. Casais apaixonados em busca de um local romântico, leitores assíduos atrás de um ambiente tranquilo para ler, escritores sempre à procura de inspiração; e claro, os viciados por café atrás de ...café! Mas algo faltava àquele lugar; até que em uma manhã qualquer, a porta se abriu...

18 de abr de 2012

Café

Nada como tomar um café espresso no café da manhã, acompanhado de um pão de queijo recém saído do forno.
...ou um café depois do almoço, para ajudar na digestão,
...ou um café no meio do expediente, para acordar,
...ou um café durante a um projeto no trabalho, para ativar as idéias,
...ou um café no final da tarde, para estimular o corpo cansado,
...ou um café de noite, para aguentar os estudos,
...ou um café antes da festa, para ficar bem animado,
...ou...
tomar todos estes do mesmo dia...

Mas o problema disto, é ficasra é, digo, que... quando tomo mto café.. eu escrnea fico mei elétrico... e agitadooo e ... eu , é xxxxxxxxxxxx.

Arrrrgh.

Peraê. Vou ali tomar um chá pra me acalmar.
Talvez um chá-preto.

--- 
Crônicas de Um / 1 Qualquer: crônicas,contos,textos

11 de abr de 2012

Trocados...


   Um dia ensolarado, com uma briza refrescante. Um homem se aproxima de uma mulher que aparentemente aguarda um ônibus em uma parada, fronte a uma praça.
   - Senhora, se me permites a licença, lhe peço apenas uma certa ajuda de custos visando minha alimentação..." - disse um homem, usando um terno e com a barba por fazer.
   A mulher o olhou com surpresa. Procurou algumas moedas em sua bolsa e as entregou ao homem sem dizer palavras. O homem a agradeceu com polida educação e quando estava se virando para seguir em seu caminho, a mulher chamou-o.
   - Desculpe-me, senhor... mas como alguém com aparente tão boa educação e usando um terno, está pedindo dinheiro para comer? - perguntou a mulher com muita curiosidade.
   O homem sentou-se ao lado dela no banco e disse:
   - Vou lhe contar a minha trajetória de vida, se me permites.
Com a curiosidade de uma mulher, esta concordou com a cabeça.
   - "Nasci em uma cidade, onde o futuro não era nada promissor". - iniciou o homem. - "Infância difícil, adolescência conturbada, e por aí vai. Resumindo... o tempo passou e o futuro chegou; nas ruas morei, pedindo dinheiro para as mais básicas necessidades..."
   A mulher o observava com olhos de pena.
   - Deve ter sido um período difícil de sua vida... e...
   - No início sim - prosseguiu o homem, interrompendo a mulher. - mas depois que peguei o jeito, foi muito fácil pedir dinheiro. Após aprender a pedir dinheiro... ninguém pedia dinheiro como eu; estratégia, planejamento e ensaio! Com o tempo, em apenas uma tarde eu conseguia o suficiente para sobreviver e ainda sobrava para comprar alguma roupa e um pouquinho de diversão.
   - Mas... para alguém que morou nas ruas, você...
   - Acalme-se. - interrompeu-a o homem. - Deixe lhe contar mais de minha vida... "Formei-me em Engenharia, anos de pesquisa científica; estudei ainda mais, fiz mestrado em uma universidade federal e algum tempo depois concluí meu doutorado na Alemanha! Trabalhei como pesquisador, trabalhei em empresas, tornei-me empresário, dei aulas em faculdades, escrevi livros..."
   - Uau. É impressionante Senhor, digo... Doutor! Bela história de vida. Um homem que pedia dinheiro pelas ruas, lutou, estudou, formou-se na faculdade, fez mestrado e doutorado... mas, só não entendi porque está nas ruas pedindo dinheiro agora!?
   O homem levantou-se, olhou nos olhos da mulher. E disse:
   - Acho que não prestaste a devida atenção à história que lhe contei. Nunca lhe disse que fiz isto; não fui das ruas ao doutorado, fui do doutorado às ruas...
   De queixo caído a mulher o olhava com surpresa. Sem entender nada.
   - Mas... - foi a única coisa que ela conseguiu dizer.

---
Moral da história? Quem disse que tem moral...?!
Nem tudo dá certo na vida.

E... ninguém pedia dinheiro como ele.


--- 
Crônicas de Um / 1 Qualquer: crônicas,contos,textos

4 de abr de 2012

Antes dos 30...

   Estou na metade dos 20... mais exatamente naquele limiar entre '20 e poucos' e 'quase 30' anos.
   Vejo tantos fazendo suas promessas de 'coisas à fazer antes dos 30'. Penso que talvez seja hora de fazer uma também - com coisas que não alcancei ainda, claro... não vou mentir pra mim mesmo! Talvez seja estimulante... talvez eu não conclua nenhuma. Talvez fique ótima em 10 itens (não necessariamente em ordem):

01 - Ser totalmente independente;
02 - Estar financeiramente estabilizado;
03 - Ser um 'doutor' (doutorado!);
04 - Aprender fluentemente mais uma língua;
05 - Fazer uma viagem de mochileiro pela Europa;
06 - Comprar uma moto (talvez uma chopper) e fazer uma longa viagem;
07 - Fazer mais tatuagens - e cobrir o torso inteiro;
08 - Ter lido mais de 200 livros;
09 - Escrever um livro mais livros;
10 - Fazer uma lista de 'coisas para fazer antes dos 50 anos'.

   ...ou "Percorrer um dos caminhos de Santiago de Compostela (à pé!), pintar um quadro, aprender a tocar piano, comprar um carro elétrico, ser dono de uma empresa, fazer carteira D de motorista, comprar um casa/apartamento, iniciar uma 'coleção', investir na bolsa, comprar um cachorro, ...".
   Tantas coisas caberiam nesta lista... mas como os 40 são os novos 30 - e minha geração tem uma grande expectativa de vida -, fica mais pra frente.
   Mas na real... sei que não vou completar quase nenhum destes itens até meus 30 anos - alguns, nem depois deles. Talvez porquê esta lista está sendo feita por um cara com outras idéias, um cara ainda de '20-e-poucos-quase-tantos anos'... mas também, talvez, porquê o importante é apenas sonhar e ter metas, nem sempre necessariamente cumpridas.
.
--- 
Crônicas de Um / 1 Qualquer: crônicas,contos,textos